comercial@dnageneticadobrasil.com.br Termo em branco(49) 3323-0795

Trabalho de pesquisa com identificação genética de rebanhos leiteiros desenvolvido em parceria com a DNA Genética do Brasil recebe premiação e menção honrosa.

23 de Novembro de 2017, 14:17

Fabricio

Fabricio Pilonetto é mestrando em Zootecnia, com linha de pesquisa na área da Genética e Melhoramento Genético Animal, pela Universidade do Estado de Santa Catarina/UDESC e através de sua pesquisa de pós-graduação stricto sensu, apresentou o trabalho “Perfil genético de fêmeas da raça Holandês para produção de leite, proteína e gordura no oeste de Santa Catarina” no 7º Seminário de Ensino, Pesquisa e Extensão, promovido pela Universidade do Estado de Santa Catarina-UDESC Chapecó, recebendo Menção Honrosa e destaque em primeira colocação como melhor trabalho de mestrado apresentado.

O trabalho compreendeu um estudo base e pioneiro para Santa Catarina, principalmente para a região Oeste do estado, que teve por objetivo identificar o perfil genético de rebanhos leiteiros da região através de informações genômicas de fêmeas bovinas da raça Holandês, na qual, a DNA Genética do Brasil foi a principal parceira no desenvolvimento desta pesquisa. 

 O Zootecnista Fabrício cita em sua apresentação a necessidade que o Brasil tem em melhorar a sua eficiência na produção de leite, devido ao país possuir um dos maiores rebanhos leiteiros do mundo, diferentemente de países que estão a nossa frente no ranking mundial de produção de leite, na qual, possuem um total de animais em produção menor que a do nosso país. 

Fabrício reitera que há uma grande necessidade de conhecer o perfil genotípico dos nossos rebanhos leiteiros, pois a genômica trouxe um marco importante para os princípios da genética e devemos utilizar esta ferramenta em prol do melhoramento genético, unindo a ciência com a tecnologia, para que de fato, as melhorias possam ser aplicadas no campo.                                                                    

"Com o apoio da DNA Genética do Brasil, da UDESC e da FAPESC, espero com essa pesquisa, embora simples, mas de suma importância, poder contribuir para a reflexão sobre a genômica no Brasil e de quão útil esta ferramenta pode ser nos programas de melhoramento genético. Quero levar a informação não só a nível científico, mas também ao produtor rural e a outros pesquisadores, para que possam contribuir com pesquisas na área no intuito de melhorar ainda mais nossos números de produção e qualidade do leite" (Fabrício Pilonetto).

A DNA Genética do Brasil, pioneira da tecnologia genômica, parabeniza o colega Zootecnista e Mestrando Fabrício, pela excelente condução da pesquisa, alcançando e evidenciando resultados que possibilitem ainda mais a evolução genética de nossos rebanhos lapidando a produtividade leiteira.

COMENTAR

0 Comentário(s)